Venda ou alugue a sua casa!
Área Pessoal Lista de imóveis

Pesquisar Notícias

Pesquisar

ler mais Agenda

07 mai 13 a 11 mai 13 Tektónica Moçambique

26 out 12 a 28 out 12 - Madrid - Palacio de Congresos de Madrid Salón de la Vivienda de Madrid

28 março 2012

Worx divulga estudo The Wealth Report 2012

Worx divulga estudo The Wealth Report 2012

Segundo o estudo The Wealth Report 2012, Londres e Nova Iorque irão manter o estatuto de top city nos próximos 10 anos.
De acordo com a sexta edição do The Wealth Report da Knight Frank e do Citi Private Bank, qualidade de vida, conhecimento, influência, e actividade económica são os factores-chave para o investimento em imobiliário por parte de indivíduos com elevada capacidade económica.


- Londres, Nova Iorque, Hong Kong e Paris são vistas como sendo as cidades mais importantes para pessoas com elevada capacidade económica (high-net-worth individuals – HNWIs).

- Pequim e Xangai são as cidades com o crescimento mais rápido em termos de importância para os HNWIs.

- HNWIs do Médio Oriente e África classificam o Dubai como sendo um dos locais de maior crescimento em termos de importância. HNWIs da América Latina consideram Miami e São Paulo fortes candidatos de influência futura.

- Segurança pessoal conta agora mais (63%) para os HNWIs do que a abertura económica (60%) na escolha de cidades para viver.

- O Mónaco permanece o local residencial mais caro do mundo, com o m² a situar-se nos 43.914€ (quarto trimestre de 2011), seguido de localizações prime em Cap Ferrat, Londres e Hong Kong.

- O estudo The Wealth Report 2012 confirma a mudança incansável na distribuição da riqueza para a Ásia – Pacífico: a região que abrange a China, Sudeste da Ásia e Japão tem mais centa–milionários (pessoas com mais de 100 milhões de Dólares em activos) do que a América do Norte ou Europa Ocidental.

- As economias emergentes têm continuado a construir a sua enorme influência sobre os mercados imobiliários em locais conceituados: os fluxos de riqueza das economias em desenvolvimento sustentaram os preços entre os principais mercados líderes na América do Norte e Europa, incluindo Miami, Vancouver e Londres em 2011.

- A Knight Frank e o Citi Private Bank esperam um maior crescimento do interesse dos HNWIs em imóveis comerciais, prevendo 55.79 mil milhões de Euros de transacções privadas a nível mundial em 2012 (um aumento de 5% por ano).

A edição de 2012 do The Wealth Report lançado hoje pela Knight Frank e pelo Citi Private Bank destaca a influência crescente dos fluxos globais de riqueza em imóveis prime e mercados de investimento.

A nova classe de pessoas com elevado poder de compra das economias emergentes com as maiores taxas de crescimento do mundo consideram a estabilidade, a transparência nos negócios e os sistemas de ensino como sendo os factores mais importantes numa cidade global; os preços de habitações de luxo em locais que cumprem esta “fórmula mágica” são tidos em conta têm sido sustentados pelo seu interesse.

Na Europa, apesar da recessão do ano passado, os principais hotspots do mercado de luxo mantiveram-se em alta, oito em dez localizações de topo do Prime International Residential Index (PIRI) da Knight Frank encontram-se no Reino Unido, França e Suíça.

Propriedade prime é uma parte fundamental do portfólio – 2011 assistiu a um aumento global de 19% na alocação ao sector imobiliário, as obrigações (+65%) e dinheiro (+60%) foram as formas mais populares de investimento em 2011.

De acordo com o relatório Attitudes Survey*,o estilo de vida e o investimento continuam a ser os principais drivers para a aquisição de uma residência secundária de luxo, sendo que 16% dos HNWIs possuem propriedades na neve e 40% possuem propriedades à beira-mar. Os Estados Unidos da América e o Reino Unido são os principais destinos preferenciais para uma segunda casa.

Segundo Andrew Shirley, Editor do The Wealth Report “o estudo The Wealth Report deste ano torna ainda mais evidente que a população com maior poder de compra está a resistir melhor à desaceleração económica do que a restante população, e tal reflecte-se sobretudo no mercado imobiliário prime. Os mercados classificados como “seguros” continuam a atrair investidores privados que procuram activos residenciais e comerciais prime. A incerteza económica e política vivida tem ajudado a consolidar esta tendência.

Mas não é apenas em propriedades que os HNWIs de economias de rápido crescimento estão a deixar a sua marca. O The Wealth Report Attitudes Survey revela que estão a desempenhar um papel importante no mundo do desporto, arte, vinho e filantropia”.

Já Luigi Pigorini, Director do Citi Private Bank Europa, Médio Oriente e África acredita que “indivíduos e famílias ricas, especialmente os oriundos da Europa, Médio Oriente e África têm-se tornado extremamente globais. Muitos procuram a estabilidade e o cumprimento da Lei, tornando assim o Reino Unido numa opção de topo para investimento. Sendo o Inglês a segunda língua mais popular e estando a libra relativamente mais fraca, a riqueza mundial tem concentrado o seu interesse em Londres e na preservação da riqueza que daí advém.

Os investidores que procuram uma estratégia mais conservadora têm depositado a sua atenção em propriedades de alta qualidade em centros de negócios como por exemplo, Pequim, Londres, Munique, Nova Iorque, Paris e Sydney. Por outro lado, aqueles que estão dispostos a correr mais riscos, os mercados de alto crescimento como a Ásia e a América Latina são capazes de gerar retornos mais atractivos do que os mercados da Europa e dos Estados Unidos da América. Os investidores devem permanecer cautelosos, pois o crescimento económico mundial irá continuar a influenciar todos os mercados imobiliários, os investidores deverão avaliar o seu rendimento e expectativas de retorno tendo em conta o crescimento.”


Para aceder ao The Wealth Report 2012 vá a: www.thewealthreport.net

* Os resultados retirados do The Wealth Report Attitudes Survey, representam o pensamento de quase 5.000 (U)HNWI clientes do Citi Private Bank

Fonte: Worx

Notícias relacionadas

Worx divulga estudo The Wealth Report 2012 28 março 2012

Comentário

Submeter

Os comentários são sempre sujeitos a apreciação prévia. Ficam excluídos da sua colocação online os comentários considerados ofensivos, insultuosos, difamatórios, inflamados, discriminatórios, e desadequados ao texto alvo de comentário.